Após confusão nas indicações, Chá das 5 ganha eleição da CCJC

O Chá das 5 conseguiu a presidência da CCJC. O deputado Arthur Praxedes (PP) foi escolhido para presidir a mesa junto aos deputados Victor Frank (PP) e Eduardo Ferreira (PSD), 1º e 2º vice-presidentes, porém, a eleição não foi tranquila.
De acordo com um deputado que não quis se identificar, toda a confusão se deu porque algumas lideranças do bloco Chá das 5 ofereceram a presidência da CCJC para os deputados Yuri Sena e Arthur Praxedes, em troca de apoio para a manutenção do bloco. Após o resultado esperado, as lideranças deixaram os dois deputados disputar entre si, pouco se importando com o que havia sido prometido. Ao perceber que a presidência poderia ser perdida por ambos os deputados, o consenso foi refeito ao redor do nome do deputado Praxedes.
Após articulações com a base de aliados, o Deputado Praxedes conseguiu a presidência da CCJC em votação fechada. O deputado em seu discurso de campanha alegou que o objetivo é dar andamento às atividades da comissão, iniciando pontualmente as sessões e evitando ao máximo as interrupções. Disse ainda que está ciente das prerrogativas regimentais e constitucionais e apto a atuar na mesa da comissão. Em entrevista, ele confessa que teve medo do descumprimento do acordo.
"Fiquei preocupado com a possibilidade de membros do bloco descumprirem o que havia sido combinado em relação a presidência da CCJC", afirma. Praxedes afirmou ainda que a gestão será imparcial, colocando em pauta os projetos de maior interesse das lideranças. O Deputado Heron José (DEM) havia manifestado sua candidatura avulsa para presidir a mesa diretora, mas decidiu renunciar a disputa da cadeira após conversar com o então único candidato a esta cadeira na comissão.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.