Autor: Cláudio Py

Notícias 2021

Simulação do Politeia acontece de forma on-line

135 estudantes brasileiros de graduação participam da simulação on-line

Por conta da pandemia de Covid-19, a simulação do Projeto Politeia será realizada virtualmente pela primeira vez na história. O evento, que contará com a participação de 135 simulantes de diversos estados do Brasil, ocorrerá entre os dias 19 e 23 de julho.

Viníciuis Ruiz, atual coordenador geral do Politeia, afirma que promover a simulação de forma totalmente on-line foi a melhor alternativa no atual momento de crise. “Nosso evento é muito importante para a formação política dos estudantes de graduação no que diz respeito ao processo legislativo. Sabendo disso, tivemos que nos preparar arduamente para continuar oferecendo nosso serviço com responsabilidade. Não é uma tarefa simples, mas precisamos passar o nosso conhecimento para outras pessoas sem que isso comprometa a saúde de ninguém”, disse.

Além disso, Ruiz pontua que o Politeia passou por grandes transformações tecnológicas para garantir que a simulação mantenha a mesma qualidade das edições anteriores. “Aprimoramos todos os nossos serviços e tivemos diversas capacitações para compreendermos como funcionam as dinâmicas virtuais. Também fizemos questão de inovar e trazer novas modalidades para a simulação. Para que tudo isso fosse feito, contamos com o apoio da Câmara dos Deputados, do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília (IPOL/UnB) e, principalmente, dos nossos membros internos. Foi uma experiência muito enriquecedora para todos nós”, complementou o rapaz.

Amanda Salgado, atual vice-coordenadora geral do Politeia, salienta que o trabalho em grupo foi essencial para o desenvolvimento do novo formato da simulação. “Nossa equipe é muito comprometida e focada. Fico muito feliz quando vejo tudo que criamos juntos. Espero, de verdade que a gente consiga transmitir esse conhecimento político para os nossos simulantes, uma vez que consideramos muito importante democratizar o processo legislativo para a formação dos cidadãos. E é justamente por isso que continuamos firmes e fortes”, afirmou.