CAPADR aprova socialização dos meios de produção

Na manhã de segunda-feira (17), a Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPADR) aprovou o projeto de Lei Nº 137/17, que propõe a socialização total dos meios de produção. Proposto pela Deputada Ludmila Brasil (PT), o projeto é constituído apenas por um único parágrafo.
O relator do Projeto de Lei Nº 137/17 é o deputado Osmar Bernardes (PR), que representa a Bancada do Boi. Bernardes propôs uma emenda substitutiva para o projeto para que a socialização não seja total. Assim, quem for a favor da socialização da tomada do das terras pelo Estado, terá os seus bens partilhadas. Já em relação a quem é contra, não receberá nenhum tipo de interferência. Na visão de Osmar Bernardes, se o texto for aprovado em plenário, garante a democracia no Brasil.
A sessão deveria ter começado com a discussão sobre o Projeto de Lei Nº 077/17, porém, o relator Carlos Jacomes não estava presente. Assim, o presidente Luis Adriano Castanho (PMDB) sugeriu a inversão da discussão sobre os projetos. O 1º vice-presidente Wdson Oliveira (PT) e a 2º vice-presidente Bruna Gama (PSB) não estavam presentes. Por causa das faltas de membros, as outras pautas designadas para o período da manhã passaram para às 14h.
Em entrevista, o deputado Bernardes alegou que a sua expectativa para a CAPADR é de que os direitos das propriedades produtivas e do produtor brasileiro sejam defendidos. De acordo com Bernardes, deve-se "evitar qualquer tipo de socialização dos meios de produção e qualquer tipo de uso da terra para ideologias".

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.