CCTCI aprova criação de disciplina sobre pesquisa científica

Foto: Deputada Maria Massoni (PT/AM), relatora.

Foi aprovado na Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI), na tarde desta segunda-feira (22), o parecer do Projeto de Lei nº. 129 de 2019, do deputado Lucas Morimoto (PSDB/RO), que implementa a disciplina de Introdução à Pesquisa Científica na grade curricular do Ensino Médio Brasileiro como matéria optativa. Um dos objetivos do PL é estimular a participação de estudantes do ensino médio nas produções científicas. Entretanto, o texto inicial foi criticado por alguns parlamentares. “Inicialmente, o autor propôs que os estudantes devem elaborar dois artigos científicos por bimestre. No entanto, essa atribuição de nota não é coerente com a realidade brasileira. Por conta disso, a alteração de alguns trechos do projeto dele foram necessárias”, pontuou o deputado Alexandre Conceição (PR/PR).

O parecer do projeto de Morimoto foi aprovado junto com uma emenda encaminhada pela relatora do projeto, deputada Marina Massoni (PT/AM), favorável ao parecer desde o início da sessão. “O texto do deputado é pertinente, pois precisamos adiantar a produtividade científica na vida dos jovens. No entanto, após debater com os oradores da CCTCI, resolvi diminuir a quantidade de artigos que os estudantes devem produzir para serem aprovados, aumentei o prazo do Ministério da Educação (MEC) para criar estratégias de implementação e dei autonomia para as escolas escolherem se querem acrescentar ou não a disciplina na grade curricular”, declarou.

Para o deputado Hanniel Lênin (PSL/DF), a atuação de Marina Massoni e Lucas Morimoto foi essencial para a aprovação do parecer. Segundo o parlamentar, a receptividade da relatora e do autor da proposição perante às sugestões dos demais deputados possibilitou incrementos importantes na correção de lacunas do texto original. Além disso, o deputado do Partido Social Liberal acredita que a aprovação do projeto atualizado trará frutos positivos para a educação brasileira. 

Compartilhe: