Comissão aprova projeto para criação de leitos hospitalares

proposta visa ampliar a capacidade das unidades de saúde

A Comissão de Seguridade Social e Direitos Humanos (CSSDH) aprovou, nesta última segunda-feira (19), o parecer pela aprovação do projeto que visa a criação de espaços de atendimento e ampliação de capacidade das unidades de saúde nos estados, municípios e no Distrito Federal. A proposta em questão é o PL 020/2021, de autoria do deputado federal Mário Lopes (PSL/PR). Com o apoio da relatora Lara Germano (PT/RJ), o parecer foi acatado pelos membros da comissão por votação simbólica.

De acordo com Germano, a pandemia de Covid-19 intensificou ainda mais os problemas que o SUS já tinha. Por conta disso, a parlamentar diz que é necessário fortalecer o sistema de saúde, tornando-o cada vez mais acessível, amplo e bem estruturado. “O projeto é inicialmente simples, mas pode revolucionar o atendimento público de saúde no território brasileiro. A criação de espaços de atendimento, ampliação de capacidade de unidades e a produção de oportunidade de emprego são exemplos de consequências positivas que podemos identificar com esse PL. Logo, a aprovação do projeto ajudaria a incentivar essas unidades de saúde que hoje são precárias, pequenas e sem muito atendimento”, afirmou.

A deputada Tatiana Leuridan (PSL/PR) demonstrou apoio ao projeto e enfatizou a importância da discussão diante do cenário de pandemia. “Muitas pessoas perderam a vida na espera de vagas para UTI e o projeto visa fortalecer a oferta de leitos”, declarou. A proposta também foi apoiada pela deputada Tabita Marquete (PT/SP), que destacou a necessidade do cuidado com os gastos públicos. Segundo a parlamentar, é necessário analisar a situação de cada estado e município para saber onde é possível aplicar o projeto. “Este PL é muito importante, pois nós precisamos de mais leitos. No entanto, precisamos avaliar bem todos os aspectos”, afirmou.

Compartilhe: