Deputados reforçam a importância da mulher no poder durante coletiva

Na quinta-feira (20), os deputados participaram de uma coletiva de imprensa onde foram esclarecidos alguns pontos sobre os ajustes feitos em partidos e blocos. Na parte da manhã, foi o último dia de sessões nas Comissões. Dessa forma, as mudanças feitas valem para o Plenário, o qual se iniciou pela tarde.
A coletiva iniciou com a renúncia da deputada Jordanna Lourenço (PRB) pela liderança do partido. O novo líder é o deputado Pedro Leal (PRB), ex-líder do bloco Chá das 5. O deputado agradeceu a deputada Jordanna e alegou que o futuro da liderança do partido é indefinido.
O bloco Progressista também sofreu alterações. A ex-líder do bloco, Ludmila Brasil (PT), assumiu a frente do Partido dos Trabalhadores no lugar do deputado Luiz Felipe. Ludmila afirmou que o ato foi uma surpresa. A decisão foi tomada pois o partido acredita que é importante ter representatividade na política. “Por eu ser mulher e negra, o nosso ex-líder me indicou ao cargo”, completou.
A representatividade feminina também preocupa o deputado Caio Leal (PDT). O líder do Partido Democrático Trabalhista expôs que pretende ceder o cargo para um mulher: “já na sexta-feira não serei mais o líder do partido”. Ainda não se sabe quem será a nova líder, porém, as indicadas são Julianna Alves e Natália Santos. Para terminar, Caio prestou seu apoio à líder do Partido Republicano, Juliana Cunha, que sofreu uma tentativa de retirada do poder.
Outra deputada que prestou seu apoio a Juliana Cunha (PR) foi a líder do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Bárbara Brandão. Ela afirmou ainda que o seu partido não teve muita voz, considerando que é formado apenas por mulheres. “Quem conseguiu mais respeito e direito às falas foram os homens, eles também foram os que mais elevaram a voz”, criticou, durante a coletiva.
A coletiva teve a duração de uma hora e cada deputado foi contemplado com uma pergunta sobre seu partido e sua articulação para o plenário. Os deputados presentes foram: Ludmila Brasil (PT), Juan Carlos (PSDB), Pedro Leal (PRB), Caio Leal (PDT), Laura Freire (PSB), Diego Pimentel (PSD), Bruno Melo (DEM), João Pedro Dutra (PP), Juliana Cunha (PR), Ismael Júnior (PSDB) e Bárbara Brandão (PSB).

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.