Golpe?

Plano para derrubada de líderes entra em ação.
No final da tarde de quarta-feira (19), articulações entre os deputados ameaçaram a retirada de Juliana Cunha e Caio Paixão, líderes do PR e do PMDB, respectivamente. Muitas das negociações foram feitas sem o conhecimento desses parlamentares e motivadas por membros de outros partidos. A principal justificativa exposta foi a insatisfação de representação no uso de falas pelas lideranças.
O deputado Heron José (DEM), motivado pelas desavenças que teve junto ao deputado Caio Paixão, articulou um movimento para a retirada do mesmo da liderança do partido. Para isso, contou com o apoio da direita do PMDB e de alguns deputados da esquerda do partido.
Ao mesmo tempo, acontecia a saída das líderes Jordanna Lourenço (PRB) e Juliana Cunha (PR) de seus cargos. Os membros do Movimento Reação Universitária, do Partido Republicado, alegaram insatisfação com a conduta de Juliana e arquitetaram, sem o conhecimento da deputada, um documento pedindo pela sua saída e a entrada de Osmar Bernardes na liderança. “Em nenhum momento vieram falar comigo sobre essa insatisfação. Fizeram tudo pelas minhas costas”, criticou Juliana. Em contrapartida, Jordannna anunciou, durante a reunião do colégio de líderes, que renunciaria ao cargo, mas que se sentiria representada pelo novo líder.
“Com a possível saída de duas mulheres da liderança, eu procurei a deputada Jamille Guedes (PMDB) para encorajá-la a assumir a liderança do partido”, confessou Heron. De acordo com Caio Paixão, Jamille dialogou com as mulheres da esquerda do partido e com a direita sobre a troca do líder. O PMDB se reuniu na noite de quarta-feira (19) para esclarecimento da situação.
Na manhã desta quinta-feira (20), aconteceu uma nova reunião do partido sem a presença do líder ou do vice-líder. Durante a reunião, foi redigido um documento que tinha por objetivo a retirada de Caio da liderança e a eleição de Larissa Désirrée. Caio Paixão foi afastado da liderança, Larissa ganhou a eleição e Marcos Aurélio se tornou vice-presidente do partido.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.