Signos e suas crenças

O Partido Democrata e a sua insatisfação com os signos.
Nesta tarde do dia 18 de julho de 2017, a sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias começou atrasada por não ter quórum. Um dos assuntos discutidos de forma descontraída foi sobre o parecer do deputado Heron José (DEM), que criminaliza os signos no PL N° 132.
A deputada Leticia Zamarion (PP) se posicionou contra a criminalização dos signos,sendo a favor da rejeição desse parecer, segundo ela os signos são uma forma de filosofia de vida., envolve a liberdade individual e a crença de cada um. O Estado não tem poder de intervir na crença e na ideologia de cada pessoa ”isso é no mínimo ridículo”, disse ela. O signo é o início do caminho do adolescente a uma vista ideológica da vida. Acrescenta ainda que o deputado Heron José deveria se aprofundar no mundo dos astros.
O deputado Gabriel Fialho (DEM) compreende que é coisa determinista marcar encontros de acordo com o mapa astral e considera ilegal basear a vida em mapa astral. Bruno Melo (DEM) acredita que deve ser criminalizada essa questão dos signos. Segundo ele não se deve usar o signo para avaliar conduta e caráter de pessoas, nem escolher namorado(a) pelo signo. O autor do PL dos signos,Heron José,concorda com Bruno Melo e para ele “as pessoas que fazem mapa astral para ganhar dinheiro, enganam e abusam da boa fé das pessoas, são estelionatários que devem ter de 20 a 30 anos de reclusão”.
Dowglas Oliveira (PMDB) se posiciona contra essa PL de Heron José e diz ser um absurdo o deputado propor um fim só porque ele não gosta de signos. Se “ele não gosta, que não leia, mas que deixe quietas as pessoas que gostam de ler.” E se questiona “como ele se diz a favor da liberdade, cadê a liberdade agora ? É um projeto de total intolerância às crenças alheias”. Por fim o parecer foi aprovado para rejeição do projeto de criminalização dos signos.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.